Mapa astral: mães e filhos e suas combinações

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Mapa astral mães e filhos e suas combinações

Qual é o mistério que torna a relação entre mãe e filho uma coisa tão especial? Que amor é esse que só quem passou por essa experiência sabe exatamente do que se trata?

Uma pequena parte deste segredo pode estar escondida no céu.

A comparação entre o mapa astral de uma mãe e o mapa astral de seu filho pode nos mostrar como essa mãe estava no dia em que o filho nasceu. Se estava feliz, infeliz, plena, faminta…

Tudo isso estava escrito naquele céu, e existiria do mesmo jeito, com criança ou sem criança. Mas como uma criança nasceu nesse dia, tudo fica sendo atribuído a esse nascimento. Tudo aconteceu por causa dele e o registro dessa interferência acompanha essa relação o tempo todo.

Cada vez que a mãe olha para uma criança, revive o momento em que ela nasceu. Cada planeta do mapa dele iluminava, e continua iluminando para sempre, uma determinada área da sua vida.

Através do dom que a astrologia tem de abrir janelas no tempo, você pode olhar para você mesma no dia em que seu filho chegou e perceber até que ponto as mudanças que vieram depois foram provocadas por ele ou aconteceriam de qualquer maneira.

Se não tem mapa, não faz mal. Só lembre e reflita.

Talvez você compreenda um pouco melhor a relação de vocês, porque ela é, e vai ser sempre, colorida pela luz que existia naquele dia.

Refletindo sobre a natureza da sua relação com o seu filho a mãe pode perceber que talvez tenha andado misturando problemas que são exclusivamente seus com as exigências e recompensas que a maternidade acarreta. Todas as mães fazem isso.

Tente livrar vocês dois desses pesos desnecessários e agradeça ao céu a oportunidade de ter participado tão intensamente do desabrochar de mais uma vida humana.

Esta matéria foi escrita pela jornalista e astróloga Monica Horta e publicada originalmente no Delas do Portal Ig

Monica Horta – horta.monica@gmail.com – Jornalista e astróloga, Monica Horta é autora do livro “Aniversários – Um Olhar Astrológico sobre a Vida”

Deixe uma resposta