A Oitava Casa da Astrologia

A Oitava Casa da Astrologia

Tempo de leitura: 3 minutos

A oitava casa rege todos os ciclos, pois tudo tem a criação, existência e morte

A oitava casa é comumente referida como a casa da sensualidade. Esta Casa aprofunda os relacionamentos – interações com os outros e como certos aspectos dessas interações podem assumir uma natureza mais comum. Ele fala sobre o que nossos relacionamentos nos trarão e como podemos tirar o máximo proveito deles.

Voltando à ênfase desta Casa na sensualidade, quando alcançamos esse estado de comunhão exaltado, deixamos um pouco de nós mesmos para trás – morra uma pequena morte. Pode-se também optar por ver isso como crescimento, um novo começo, o renascimento da alma ou um ganho para a parceria. A oitava casa é uma casa de oportunidades iguais, colocando a sensualidade, a morte e o renascimento no mesmo nível de igualdade e reconhecendo a viabilidade e a importância de todos os três. Todos nós vamos experimentar a morte e o renascimento como parte de nossas vidas: relacionamentos fracassados ​​que levam a novos, mudanças de carreira, um novo penteado. Somos regenerados e renascemos a cada nova fase e devemos recebê-los.

Recursos compartilhados também se enquadram na Oitava Casa: herança, pensão alimentícia, impostos, seguro e apoio de outro. O apoio financeiro, bem como o apoio espiritual, emocional e físico, são abordados por esta casa. Embora nossos relacionamentos compartilhem muitas das coisas mencionadas acima, eles também têm sua própria dinâmica e crescem a partir de dentro. Dito isso, por mais que nossos relacionamentos sejam expansivos, eles também têm certas restrições, muitas delas colocadas neles pela sociedade. Novamente, os impostos, a pensão alimentícia e a natureza conjunta dos ativos vêm à mente. Sim, em todas as oportunidades que temos, podemos enfrentar uma restrição junto com ela. Mais uma vez: morte e renascimento.

Segundo o site Astrologia Português:

“A Casa 8 simboliza todo o apoio que recebemos das pessoas que nos rodeiam, a fim de sacrificar os limites do ego com objetivo de atingir de uma certa libertação.”

De acordo com a natureza transformadora desta casa, os rituais são destacados. Cada grupo tem sua própria maneira de olhar profundamente a alma e o passado, nem que seja para ter uma noção do que realmente somos. Que qualidade nossos rituais assumem? Estados exaltados ou metamorfoses? Que segredos mantemos e por quê? Como administramos nossas interações, relacionamentos e rituais é importante para a Oitava Casa – seremos honestos, eficazes e responsáveis? As riquezas geradas por nossos relacionamentos beneficiarão o grupo (empresa, humanidade) como um todo? Nossos legados são fundamentais para esta casa: como nos conduzimos agora e como isso vai acontecer o tempo todo.

A oitava casa é governada por Escorpião e pelos planetas Marte e Plutão.

Confira a influência das outras casas na astrologia

Primeira CasaSegunda CasaTerceira CasaQuarta CasaQuinta CasaSexta CasaSétima CasaOitava CasaNona CasaDécima CasaDécima Primeira CasaDécima Segunda Casa